Corpo e mente em equilíbrio com Pilates

Criado por Joseph H. Pilates, o método  visa tonificar a musculatura corporal, fazer um realinhamento postural e alongá-lo integrando corpo e mente para que os praticantes adquiram um corpo forte, harmonioso e saudável.
Tal prática prima pela qualidade e não pela quantidade de repetições, tendo uma variedade de movimentos que devem ser feita com concentração e consciência corporal, utilizando basicamente a força da gravidade sobre o corpo. A região abdominal é muito solicitada para a realização dos exercícios, que sincronizam a respiração com o movimento.

Utilizado tanto para condicionamento físico como para reabilitação, os movimentos são realizados de acordo com os princípios básicos da concentração, controle corporal, precisão, respiração e, por fim, a consciência corporal.

Pilates com aparelhos: a estrutura básica dos aparelhos de pilates é composta por molas, que podem ser usadas de duas maneiras diferentes: elas podem reduzir o esforço que o praticante tem que fazer – carregando parte do peso que você deveria estar puxando e dando um impulso ao movimento -, ou aumentar, servindo como uma resistência – assim, é preciso “aumentar o tamanho da mola”. A escolha de como usar essas molas depende dos seus objetivos, dá para facilitar ou dificultar.

Os exercícios de solo: podem  ser praticados diretamente no solo ou com o auxilio de acessórios que, além de ajudar, desafiam o aluno a desenvolver força e flexibilidade. Estes acessórios são as bolas, rolos, anel flexível, faixas elásticas, discos de rotação e a bosu ou meia bola.

Os movimentos do Pilates Solo trabalham o corpo em diferentes graus de dificuldade e, por isso, há a necessidade de uma avaliação do profissional para que possam ser administrados dentro da capacidade de cada um, ressaltando a importância da respiração na execução de cada movimento, que deve perfeito sem pressa e com muito controle para evitar estresse. O alinhamento postural é importante em cada exercício, ajudando na melhora da postura global do indivíduo. Assim, a força, a tonificação e o alongamento são trabalhados de dentro para fora do corpo, tornando-o forte, bonito, saudável, harmonioso e elegante.

Benefícios:
•Aumenta a resistência física e mental;
•Alongamento e maior controle corporal;
•Correção postural
•Aumento da flexibilidade, tônus e força muscular;
•Alívio das tensões, estresse e dores crônicas;
•Melhora da coordenação motora;
•Maior mobilidade das articulações;
•Estimulação do sistema circulatório e oxigenação do sangue;
•Facilita a drenagem linfática e eliminação das toxinas;
•Fortalecimento dos órgãos internos;
•Aumento da concentração;
•Trabalha a respiração;
•Promove relaxamento.

Além de todas estas vantagens, o Pilates diminui medidas corporais e promove a definição muscular. Os exercícios podem auxiliar as pessoas que estão em constante briga com a balança e desejam perder peso.

Já existem estudos que mostram o efeito do Pilates Solo na redução do percentual de gordura e da diminuição da obesidade. Assim, esse método também poderá ser usado para redução de peso.

Após 30 aulas se obtém uma mudança visível no corpo, promovendo também uma melhora na postura do aluno. Joseph Pilates dizia: “Vocês se sentirão melhores em 10 aulas, parecerão melhores em 20 aulas e terão um corpo novo em 30 aulas’”.

Não é só o corpo que se beneficia com a prática do Pilates, por trabalhar a musculatura respiratória, a técnica é capaz de ensinar até os indivíduos mais estressados a respirar corretamente, o que contribui para liberar a ansiedade contida no diafragma, e a consequência dessa ação está diretamente ligada ao controle da ansiedade e a diminuição do estresse. “Dessa forma, podemos concluir que praticando Pilates, corpo e mente estarão em sintonia com o bem estar”.

Cleci Rojanski (Crefito 101525-F)

+ Leia Mais