YOGA

A yoga é a consciência corporal que parte da cultura milenar indiana, tibetana e chinesa, a base dos conceitos e práticas que envolvem todo o corpo humano. Esse estudo pode acontecer sem o apego religioso, ou seja, ler a mitologia para crescimento e aprimoramento de cada postura, mantra e mudra sem a devoção aos deuses citados e compreendidos para abhyasa (prática do yoga). No ocidente adaptamos essa prática para o nosso cotidiano junto dos pensamentos de grandes mestres que com sua sabedoria constroem todos os métodos conhecidos até hoje.

A palavra yoga tem diversos significados, e deriva da raiz yuj, que significa “controlar”, “jungir”, “unir” ou “concentração”. Algumas das traduções também incluem os significados de “juntando”, “unindo”, “união”, “conjunção” e “meios”.

“É dito que Ioga é equanimidade da mente”. (Bhagavaguita II, 48) “Ioga é a excelência nas ações”. (Bagavaguita II, 50)  “Ioga é o recolhimento das atividades da mente” (Ioga sutra I, 2)

O Hatha Yoga é uma das linhas de Yoga que utiliza o corpo como instrumento para a descoberta de si mesmo. Partindo daquilo que nos é mais concreto, nosso próprio corpo, atuamos sobre aspectos mais sutis, influenciando estados emocionais e mentais. Por meio de exercícios físicos e respiratórios, técnicas de meditação e relaxamento, o praticante aprende a se exercitar de forma mais consciente e a respirar de modo tranquilo e profundo. Os músculos do corpo são tonificados, os órgãos internos massageados, o funcionamento das glândulas é equilibrado e problemas respiratórios, digestivos e de coluna são evitados, atenuados ou até mesmo revertidos.

Os benefícios não se refletem apenas na saúde física: a disposição, o bem-estar, o humor e a concentração são significativamente melhorados com a prática.